Carroça de Mamulengos

Apresentação

A Carroça de Mamulengos é uma trupe formada por uma família de brincantes, atores, músicos, bonequeiros, contadores de histórias, palhaços e educadores que há 40 anos viajam o Brasil apresentando a sua arte. Formada pela família Gomide já alcança sua terceira geração onde pais, mães, filhos, netas, noras e genros vivem o desenvolvimento de uma arte que dialoga com a cultura popular do Brasil e do mundo.

O grupo reúne em seu repertorio as seguintes montagens: O Benedito (1980), Mamulengo é Terno Divino (1981), O palhaço Alegria (1982), Barraca da União (1984), A Engenhosa Historia da Vida (1990), Os quatro elementos (1992), Historias de Teatro e Circo (1996), Afilhados do Padrinho (2002), Felinda (2010), Pano de Roda (2012), e Janeiros (2015).

A Carroça de Mamulengos é um grupo família que em cena, se reúne para “brincar”. São bonecos gigantes, palhaços, pernas de pau, mágicas e canções que trazem a lembrança de um Brasil rico, profundo e alegre. São artistas que vivem exclusivamente para sua arte, celebrando a riqueza cultural e a simplicidade do povo brasileiro.

A Família

A Carroça de Mamulengos é itinerância desde a sua origem.Com o nascimento dos filhos, houve a necessidade de criar uma concepção cênica que possibilitasse a participação das crianças dentro de uma consciência de que vida e arte se complementam.

Assim, de forma orgânica, os pais Carlos e Schirley foram integrando conceitos de arte e educação na formação dos filhos que, desde sempre, acompanham seus pais em sua itinerância pelo país. Em cena transformam arte em vivência.

É assim que em função do amadurecimento de cada filho, naturalmente, a dança, a música, o canto, os bonecos e os elementos circenses foram incorporados às brincadeiras.

Hoje a Carroça de Mamulengos se tornou uma escola de formação artística é um grupo referência em arte brincante no Brasil e tem a alegria de ver em cena suas netas se apresentando junto com seus pais e avós, fortalecendo processos de aprendizado tendo como metodologia a oralidade e a vivencia em arte.